Destaque Giro Acadêmico Jornalismo Saúde

Outubro Rosa leva voluntárias a produzirem laços em incentivo à prevenção do câncer de mama e do colo do útero

Por Nazaré Nunes

Amor, carinho e solidariedade foram os sentimentos que levaram um grupo de senhoras voluntárias do hospital Alderona Bello a se reunirem nessa sexta-feira (28), na praça de alimentação da Universidade Ceuma, para produzirem lacinhos que serão entregues nos diversos campi durante os primeiros dias do mês outubro, em incentivo à prevenção do câncer de mama e do colo do útero.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo. No Brasil, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), estimam-se que entre 2018 e 2019 surjam 59.700 novos casos, com a estimativa de 56,33 casos para cada 100 mil mulheres. Já para o câncer de colo do útero, o número chega a 16.370 novos casos, com um risco de 15,43 casos a cada 100 mil mulheres.

Frente a esses dados, enxerga-se a importância do envolvimento de todos na disseminação de campanhas como a Outubro Rosa, que contribuam para  a garantia dos direitos humanos das mulheres na redução das taxas de mortalidade por causas evitáveis. Assim, surgiu  o projeto de produzir os lacinhos, como sugestão da secretária da Reitoria da Universidade Ceuma, Aracy Barros, que contou com a participação das voluntárias do Hospital Aldenora Bello e da Casa de Apoio Antônio Dino. Para a secretária, mais do que combater e vencer a desinformação sobre o assunto, a iniciativa busca chamar atenção para a conscientização e prevenção do câncer de mama.

Uma pesquisa realizada pelo INCA, em 2016, apontou que cerca de 66,2% das mulheres questionadas detectaram os tumores sozinhas, realizando o auto exame nos seios. Dentre os principais sintomas estão: presença de caroços (89,6% das vezes) seguido por dores (20,9%), alterações na pele (7,1%), saída de secreção no mamilo (5,6%), mudanças no formato da mama (3,7%) e outros tipos de alteração (2,6%).

IMG_20180928_183211321Voluntárias engajadas na Campanha Outubro Rosa


Aracy conta que esse é o segundo ano do projeto e a Universidade Ceuma tem sido parceira e incentivadora da campanha nacional do Outubro Rosa, cujo o tema deste ano é Prevenir é um ato de coragem. Lute pelo o que te faz feliz”. A proposta da ação é interagir com os alunos e colaboradores na confecção dos lacinhos, de modo a contribuir para a divulgação da campanha. “Quanto mais a gente divulgar, mais pessoas têm chances de se curar”, comentou Fátima Jovina, voluntária das oficinas de artesanato do Hospital Aldenora Bello.

Maria Natividade, ex-professora da Universidade Ceuma, relatou que tem sido um prazer poder estar retornando ao espaço acadêmico onde trabalhou por 18 anos. Ela explica que foi através do Ceuma que começou a ser voluntária no hospital Aldenora Belo, por meio do projeto do curso de Pedagogia chamado ‘Brinquedoteca’, no qual fundou-se a Escola do Sorriso. Para dona Maria, amor e paz é o sentimento que rege seu retorno à instituição, engajando-se na divulgação desta campanha tão importante para a saúde e sobrevivência das mulheres.

0 comentário em “Outubro Rosa leva voluntárias a produzirem laços em incentivo à prevenção do câncer de mama e do colo do útero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.