Jornalismo Saúde

Cuidado centrado no paciente como dimensão da Qualidade em Saúde

Por Kélia Lemos

O foco na assistência integral, individualizada e humanizada é uma das grandes tendências do cuidado centrado no paciente. A experiência ajuda a atingir melhores resultados, promover práticas mais seguras e coloca as necessidades do indivíduo em primeiro lugar, sintetizando a eficiência no seu acolhimento.

Nesse contexto, a Universidade Ceuma promoveu a palestra: “Cuidados centrados no paciente”, ministrado pela Fisioterapeuta Manuela Veiga Dias, Especialista em Gestão de Emergências em Saúde Pública, Mestranda em Gestão da Qualidade de Serviços de Saúde na Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Especialista em Terapia Intensiva Neonatal pela Universidade Federal do Maranhão.

FOTO 1
Manuela Dias ministra sobre Cuidados Centrados no Paciente como dimensão da Qualidade em Saúde

Durante o evento, Manuela Dias observou: “o cuidado centrado no paciente é uma dimensão da qualidade em saúde, então todo serviço que busca fazer essa gestão precisa ter esse objetivo, afinal, esse é um dos pilares da gestão da qualidade, e está previsto nos Direitos dos Usuários dos Serviços de Saúde. As instituições de saúde precisam desenvolver estratégias para alcançar essa premissa de qualidade. Trazer usuário para o centro do cuidado, ele ser parte do cuidado, se envolver no cuidado. Isso traz resultados significativos para o ambiente hospitalar”.

Sobre esses resultados, a Fisioterapeuta destacou:

– a diminuição do tempo de permanência nos hospitais;

– redução das taxas de reinternação;

– paciente passa a ter uma condição de saúde melhor na medida em que ele é educado e entende melhor a sua condição de saúde, e sabe como pode contribuir para sanar o seu problema;

Manuela Dias lembrou também a importância desse tema para os profissionais de Fisioterapia. “Habitualmente, tanto os recém-formados quanto os profissionais formados a mais tempo têm uma tendência em considerar os sintomas, a doença em si, mas muito pouco quem é aquele paciente, o entorno em que ele vive, sua rede de apoio, sua rede social, o que socialmente está contribuindo para o agravamento daquela doença. Tudo isso precisa ser considerado, porque a gente precisa tratar o paciente com respeito a sua individualidade”.

FOTO 2
Durante o evento a especialista reforçou o respeito à individualidade do paciente e a importância de considerar o seu entorno

Ao final do Evento a Especialista destacou algumas dimensões do Cuidado Centrado no Paciente:

– Respeito às preferências do paciente;

– Cuidado coordenado e integrado;

– Informação e educação;

– Conforto físico;

– Suporte emocional;

– Envolvimento da família e amigos;

– Continuidade e transição do cuidado;

– Acesso ao cuidado.

Ao concluir, Manuela Dias deixou uma mensagem aos profissionais Fisioterapeutas: “o paciente não é só um paciente, ele é o amor de alguém”, destacando assim a importância de considerar o seu entorno, a sua família, para quem ele deseja estar bem para voltar.

 

0 comentário em “Cuidado centrado no paciente como dimensão da Qualidade em Saúde

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.